Amor em declínio - V Capítulo

10:52 Ana Caroline Carvalho do Nascimento 0 Comentarios


V Capítulo





- Vocês ficaram mudos? Andem! Digam logo o que aconteceu com a minha velha... o que eu não estou sabendo? Retrucou o avô de Liz.

Ambos respiraram aliviados temendo que o sr. Dálio tivesse ouvido de fato a conversa comprometedora. Então Liz tomou a frente e corrigiu:

- A vovó continua no mesmo estado, vovô. Não sabemos mais nada desde que ela saiu por aquela porta.

O avô ainda desconfiado se conformou olhando fixamente para o Marcos que nitidamente encabulado, desviou o olhar.

Passaram-se dois dias e todos permaneciam no hospital à espera da melhora da avó de Liz, que já se encontrava em um quadro melhor, mas que exigia uma atenção preliminar a todo momento. Liz estava cansada e aflita assim como os demais, não dormia e nem comia direito se sentia cada vez mais desnorteada lhe dando com tantos problemas desde que sua mãe chegou.

Naquele mesmo dia, Liz recebeu uma ligação de um número desconhecido que ao atender o telefone surpreendeu-se com a voz já ouvida antes:

- Por onde anda essa moça tão distraída? Já lhe procuro há dias no colégio mas nem seus amigos sabem responder por onde de fato você anda. Simpatizou Renato.

- Oi! ...Deixa eu me lembrar do seu nome... Liz deu uma grande pausa.

- Renato! O rapaz que vive salvando seus cadernos de serem perdidos! Foi através de um deles que consegui seus dados de contato. Você o esqueceu quando saiu correndo da sala naquele dia. Está tudo bem? Quando posso te devolver?

Liz estava tão surpresa com tamanha prestatividade que quando se preparou para responde-lhe à altura, ouviu gritarias no telefone e muito desespero e logo em seguida Renato havia desligado, não fazia mais parte daquela chamada. Liz ainda tentou retorná-lo mas aquela linha já havia sido desativada. Alí estava mais uma preocupação para Liz que ansiava mais que tudo desta vez, reencontrar seu novo amigo. Até que sua mãe saiu eufórica após uma conversa com um dos médicos de sua avó e anunciou com clareza:

- Vamos para casa! A mamãe recebeu alta... vamos cuidar direitinho dela em nosso lar!

Todos comemoraram e principalmente Liz, até Marcos interromper sua alegria acrescentando à fala da mãe:

- A vovó será muito bem cuidada, assim como todos vocês, que estão exaustos de dias tão difíceis... farei questão de cuidar de cada um devidamente como merecem, com muita atenciosidade. Você não acha Digno Liz?



Continua... 

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga