Casais inteligentes amadurecem juntos- Nosso pequeno manual para um relacionamento feliz.

19:29 Ana Caroline Carvalho do Nascimento 0 Comentarios




Não existe receita de bolo para seguir o passo a passo de um relacionamento perfeito. Pessoas e relacionamentos são imperfeitos por natureza, e ainda bem que são assim, pois só dessa forma temos a oportunidade de aprender um com o outro, de nos conhecermos melhor, de evoluirmos, de nos amarmos apesar das imperfeições e de levar uma vida muito mais divertida e emocionante, não é mesmo? Mas é sempre bom saber onde investir alguns ajustes e quais pontos devem, de fato, ser trabalhados e melhorados para que o casal se mantenha mentalmente saudável e envolvido.
Quando nos envolvemos num relacionamento sério, devemos ter em mente desde o início os reais objetivos, tanto da nossa parte, quanto da parte do outro. A recíproca e sincronia de metas e sentimentos é essencial para que a coisa funcione de forma harmoniosa e flua naturalmente. Nada pior do que se envolver com alguém e descobrir apenas depois de casarem ou morarem juntos, que no convívio não tinham sintonia nenhuma, que a pessoa na prática não estava tão disposta assim a se envolver num compromisso, ou que aquele ‘defeitinho’ à longo prazo é insuportável.
Quando levamos rotinas muito individuais e fazemos apenas o que temos vontade, independente do sentimento, a parte prática do relacionamento acaba se desgastando. A disciplina e o companheirismo são fatores fundamentais para a construção e manutenção de uma relação estável.
No nosso caso, temos um relacionamento enraizado em amor, confiança, respeito e amizade desde o início, e esses detalhes fizeram com que nosso relacionamento tenha funcionado e víssemos, pouco a pouco, que estamos mesmo no caminho certo. Não que em algum momento tenhamos duvidado disso, mas é normal as vezes pensarmos sobre o sentido de tudo e questionarmos nossos próprios hábitos e cobranças. Se sua meta assim como a nossa é estar com alguém pra vida toda, sejam companheiros, amigos e tenham consideração um pelo outro como gostaria que tivessem por você. É importante colocar a vida a dois em primeiro plano, traçar metas juntos, estar presente em tempo integral e saber a hora de ceder e abrir mão de algumas coisas. Não tem jeito, uma relação conjugal plena e feliz é feita do equilíbrio de  pequenos sacrifícios diários de ambas as partes. Pois quando estamos com quem amamos, estamos completos e quando nos sentimos completos, tudo vale a pena, tudo fica mais leve!
O segredo da felicidade pode ser comparado à magnitude de uma árvore, que é capaz de aguentar tempestades, ventanias e diversos tipos de condições adversas, mesmo tendo surgido de uma semente minúscula. Essa mesma semente, que lentamente, consegue evoluir, criar raízes e atravessar a terra, e por fim, tornar-se algo tão magnífico.
Como uma semente que cresce aos poucos, nós também podemos trabalhar desde o início em alguns pequenos esforços diários, para buscarmos um relacionamento mais feliz e realizado.

1. Lembre-se diariamente de dizer “bom-dia” e de demonstrar afeto

Estudos comprovam que a forma como passamos os primeiros minutos de uma manhã, pode influenciar o ambiente e clima do restante do dia. Quando acordamos, qual é a primeira coisa que fazemos? Será que sempre sorrimos, olhamos para o lado e dizemos um “bom-dia” sincero e carinhoso? Ou enviamos uma mensagem desejando as melhores coisas possíveis para nosso parceiro? São pequenos gestos que animam a vida de um casal logo no início e no final de cada dia.

2. Falem sobre a rotina

 Partilhar a rotina das nossas vidas com o cônjuge, independentemente de quão insignificantes sejam os detalhes, é capaz de nutrir a ligação e a intimidade do casal. Conversar e abordar detalhes como o que comeu no almoço, como foi o trabalho e o que se fez durante o dia, são muito importantes para que cada um saiba o que se passa na vida do outro e se sinta integrado à rotina, ainda que tenha estado distante por algumas horas. Nunca deixe de contar, e de perguntar, como foi o dia da pessoa que está ao seu lado. Esse tipo de informação, aumenta muito a cumplicidade e a intimidade do casal.

3. Divirtam-se juntos

Um casal feliz é um casal que juntos, sabem como se divertir!
Howard Markman, PhD e codiretor de centro para estudos da família na Universidade de Denver, afirmou que “existe uma correlação entre a diversão e a felicidade no casamento”, ou seja, um casal é mais feliz quando existem momentos de diversão entre os dois. Esses momentos podem ser descontrações e brincadeiras a dois, uma partida de videogame, um piquenique no parque e etc. Cultivem interesses comuns e tudo será mais empolgante!
Charles Orlando acrescenta que “todas as vezes que fazemos a pessoa que amamos sorrir, isso causa uma mudança física que permite ao cérebro dos dois libertar hormônios como a dopamina e oxitocina. Se somos capazes de fazer rir quem amamos, então os dois vão sentir-se mais felizes e mais próximos”. Quando o casal ri, se lembra de momentos divertidos ou partilha algo engraçado, eles se aproximam cada vez mais!

4. Elogie com sinceridade e comemore as pequenas conquistas

Sabemos que é importante que exista apoio mútuo quando algo ruim acontece, como perder o emprego, ou um ente querido, por exemplo. Mas, e quando algo bom acontece, será que somos capazes de elogiar, celebrar e apoiar com a mesma intensidade? Será que sempre enxergamos o esforço do outro?
Não devemos guardar os elogios ou agradecimentos apenas para os grandes acontecimentos, é preciso saber valorizar cada detalhe, por menor que pareça. Como quando alguém se oferece para lavar a louça, leva café na cama, ou prepara um jantar delicioso. Pesquisas concluíram que elogiar e agradecer é tão, ou talvez mais importante do que saber apoiar quando algo negativo acontece.

5. Converse sobre os problemas

Discutir deve ser sinônimo de debater opiniões, e não de brigas. Diversas vezes, os problemas são aceitos ou ignorados apenas pelo receio de brigar. É normal se incomodar quando para nós, algo está errado. É preciso saber distinguir situações que podem realmente ser problemáticas de situações que são simples de serem resolvidas.
Apesar de coisas pequenas também irritarem, elas podem ser resolvidas logo no início, com uma simples conversa, mais facilmente do que quando acumulamos o incômodo e esperamos tanto para reclamar a ponto de se tornar algo mais significativo.
Problemas maiores merecem atenção especial e esforço mútuo, mas é saudável debater questões e conversar sobre diferentes pontos de vista.
O mais importante é sempre lembrar de fazer o seguinte questionamento: Quando entramos numa discussão, nós queremos ter razão ou desejamos resolver a situação da melhor maneira possível como um casal justo e harmonioso?

6. Não existem assuntos proibidos

Um casal que deseja transparência e felicidade não pode permitir que existam tabus ou temas proibidos entre os dois. Aqueles assuntos que ninguém toca porque tem medo que se transforme numa discussão desnecessária, normalmente estão ligados a coisas recorrentes ou mal resolvidas. Mas é preciso lembrar de que boa parte da felicidade do casal depende da forma como se lida com os problemas. Conversar com sinceridade, paciência e interesse é essencial!

7. Abrace, beije, ande de mãos dadas…

O contato físico é de extrema importância para a intimidade do casal. Passear de mãos dadas, dar um beijo de bom dia ou de despedida, fazer um carinho apaixonado sem motivo ou dar um forte abraço depois de um longo dia de  estudos ou trabalho, são pequenos gestos que aproximam muito o casal.

8. Deitem-se no mesmo horário

Ainda que um dos dois esteja sem sono, deitem, desejem bons sonhos, aproveitem o momento de relaxar e curtam o ‘ritual’ de encerrarem mais um dia juntos e apaixonados (Isso vale pare casais casados ou não). Nunca durmam brigados ou sem dizer boa noite, mesmo que o clima não esteja dos melhores. Isso demonstra que, ainda que não estejam 100% em harmonia um com o outro naquele momento, vocês ainda querem estar na relação e querem estar bem. Segundo o psiquiatra e pesquisador Mark Goulston, os casais felizes dificilmente vão dormir em horários diferentes. “Vão para cama no mesmo horário, isso faz toda a diferença na qualidade do sono e na vida”.

9. Não se desgastem sem necessidade e não guardem rancor

Não se desgastem em discussões rotineiras, que não chegam a lugar algum e que não tem nenhum propósito ou resolução. Muitas vezes é uma simples questão de opinião, de estarmos num ‘mau dia’ ou estressados com alguma coisa. Saibam perceber esse tipo de conflito sem pânico, perdoem mutuamente ao invés de guardar rancor e levarem para o lado pessoal.

10. Ligue, mande mensagens e surpreenda espontaneamente

Ligar ou enviar mensagem ao longo do dia perguntando se está tudo bem um com o outro é um hábito saudável e comum de casais entrosados. Isso demonstra carinho, interesse e ajuda a manter a cumplicidade e conexão, além de permitir o aumento da sintonia quando se encontrarem no fim do dia.

11. Sintam orgulho do relacionamento, da pessoa e de estarem juntos

Casais felizes apreciam a companhia um do outro, se admiram mutuamente e se orgulham das metas alcançadas e da relação. Mãos dadas, sorrisos sinceros e até mesmo um olhar espontâneo, mostram naturalmente a conexão que existe entre um casal.

12. Continue elogiando

Todo mundo precisa se sentir amado, seguro e saber que ainda é atraente, divertido e especial, como no momento em que se apaixonaram. Lembre-se de como é bom receber um elogio da pessoa que está ao seu lado e nunca deixe de fazer o mesmo por ela.

13. Controlem as finanças juntos

Os problemas financeiros estão entre as principais razões de separação de casais. Seja por ter muito ou pouco dinheiro ou por divergências sobre como gastar e economizar. Para manter um relacionamento promissor é preciso que falem sobre suas prioridades monetárias individuais, bem como as prioridades do relacionamento. Se morarem juntos, estipulem um plano financeiro mensal de acordo com o orçamento de cada um e decidam quem paga o quê, quanto e quando. Nesse ponto,  a comunicação, responsabilidade e organização são as chaves para o melhor entendimento das responsabilidades financeiras.

14. Se desligue do resto

Uma das dicas mais gostosas de como manter um relacionamento saudável, é deixar tudo para trás por algum tempo para simplesmente estar com a pessoa amada. Separem pelo menos alguns minutos diariamente nos quais estejam só os dois, longe de telefone, facebook, whatsapp e qualquer outra pessoa ou interrupção. Sempre que possível tirem também um fim de semana ou férias e deixem o trabalho, a família e amigos, se virarem sem vocês. Usem esse tempo para se restaurarem física e mentalmente, e para se conectarem um ao outro.

15. Nunca se esqueça de dizer “Eu te Amo”

Esse lance de dizer “Eu te Amo não é bom dia” é besteira! Prenda-se ao seu sentimento, se tiver vontade de dizer e se for verdadeiro, então diga e pronto!
Não importa o quão ocupados estejam, nunca se esqueçam de também valorizar e expressar seu amor verbalmente. Essas três palavras não apenas significam o que elas dizem, mas também que a pessoa que está ao seu lado é importante para você e merece saber e ouvir o que você sente, e que apesar de qualquer coisa, vocês estão juntos.

Tudo isso, com o tempo deve transformar-se em um comportamento natural (e não automático) e parte essencial do dia a dia do casal. Vá devagar, escolham um hábito de cada vez, ou os que mais se identificarem para, pouco a pouco incorporá-los à rotina diária.
Reflitam, amadureçam a ideia e pratiquem! Sem dúvida, fará a diferença na sua relação, como faz na nossa! :)


0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga