Quando a gente ama

02:04 Ana Caroline Carvalho do Nascimento 0 Comentarios



Quando a gente ama tudo muda. Muda a forma com que a gente vê o mundo, muda o nosso jeito de pensar e encarar a vida, mudam os nossos objetivos de futuro.
A gente passa a fazer tudo de acordo com a pessoa amada. Passa a viver em função de duas pessoas, não mais uma. Se acostuma a ir a todos os lugares acompanhado e gosta disso.
O mais engraçado é que a partir de um momento, começamos a confundir a relação com nós mesmos. É como se não existisse mais “eu” e “você” e sim, “nós”, apenas.
Nada mais faz sentido quando o outro está longe, nada mais tem graça sem o outro por perto, nada é tão bom com outra pessoa que não a amada.
A vida de repente se torna paradoxal. A gente aprende a dividir e ao mesmo tempo se torna egoísta, aprende a ser livre dependendo de outra pessoa, aprende a amar e a odiar as mesmas coisas, aprende a apreciar e a detestar os mesmos lugares, as mesmas coisas.
Tudo se torna mais fácil e mais difícil.
A gente ama quando vê que não aguenta mais passar um dia longe, quando liga de 5 em 5 minutos pra dizer eu te amo, quando troca qualquer companhia pra ficar juntinho, quando vê graça em fazer nada, contanto que esteja junto, quando acha delicioso dormir abraçado, quando sente o aconchego nos braços da amada.
Amar é maravilhoso e é ate mais que isso. O amor é o remédio para a alma e quando tudo parece desmoronar a melhor coisa é ter um colo pra correr no fim do dia.
A gente ama quando tem vontade de ter uma vida com outra pessoa, quando sonha em passar todos os dias ao lado dela, quando acredita que a perfeição está ao seu lado, quando o mundo passa a girar em função desse amor.
 Quando agente ama, simplesmente ama é impossivel explicar!

0 comentários:

Postagem mais recente Página inicial Postagem mais antiga